Via Noroeste: R$4 mi serão investidos

Via Noroeste: R$4 mi serão investidos

A Via Noroeste, que terá 5km de extensão, vai ligar o trevo de Alfenas (BR 459) ao bairro Colinas de Santa Bárbara, integrando bairros populosos como São Judas Tadeu, Santa Edwirges, Recanto dos Fernandes e Esplanada ao restante da malha viária do município.

Foi aprovado em Sessão Extraordinária da Câmara na última quinta-feira, 16, o Projeto Lei 1.058/2020 que autoriza abertura de crédito especial no valor de pouco mais de R$ 4 milhões para construção da via Noroeste em Pouso Alegre.

A Via Noroeste, que terá 5km de extensão, vai ligar o trevo de Alfenas (BR 459) ao bairro Colinas de Santa Bárbara, integrando bairros populosos como São Judas Tadeu, Santa Edwirges, Recanto dos Fernandes e Esplanada ao restante da malha viária do município.

A verba é recebida da União e destinada ao município, resultado de um acordo entre municípios, estados e União para ratear o valor arrecadado com o leilão de petróleo do pré-sal.

O recurso deverá ser destinado para as obras de pavimentação, drenagem de águas pluviais e construção de passeios com acessibilidade.

Com sistema viário da região noroeste em colapso, Via Noroeste vai melhorar tráfego.

De acordo com a justificativa do projeto, enviado pelo Executivo, a construção da Via Noroeste, que já foi iniciada, é de relevante importância para o sistema viário de Pouso Alegre, tendo em vista que será uma via de entrada da cidade, representará importante via coletora da produção agrícola e de materiais, sendo também utilizada para tráfego de ônibus escolares e transporte coletivo.

A justificativa do projeto ressalta ainda que o sistema viário da região noroeste está em colapso, inibindo o crescimento daquela região que atualmente se utiliza da Rua Alberto Paciulli como ligação com o restante da malha viária do município.

O projeto de Lei referente à Via Noroeste acompanhou pedido de única votação.

Redação Conexão Sul de Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *