Vacina contra a Covid-19 começa a ser distribuída aos Estados nesta segunda

Vacina contra a Covid-19 começa a ser distribuída aos Estados nesta segunda

Nesta segunda-feira, 18, começa a ser distribuída aos Estados a vacina contra a Covid-19.O anúncio foi feito pelo ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, na tarde desde domingo, após mais cedo a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) autorizar o uso emergencial das vacinas CoronaVac, do Instituto Butantan, em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac, e da AstraZeneca, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), em parceria com o consórcio Astrazeneca/Oxford. A reunião durou cerca de cinco horas.

No caso da CoronaVac, a taxa de sucesso na prevenção do coronavírus em relação ao grupo que tomou placebo (medicamento inócuo) atingiu 50,39%, segundo a agência. Para a AstraZeneca, a Anvisa confirmou a eficácia global do imunizante em 70,42%.

Para distribuição, será utilizada a estrutura do Ministério da Defesa com deslocamento aéreo. Está pactuado com os governadores que todas as doses recebidas (6 milhões de doses do Butantan), serão distribuídas de forma proporcional aos Estados e entregues simultaneamente. A partir daí, a vacinação será iniciada de forma igualitária em todos os estados. A previsão é de que o processo de vacinação possa começar no dia 20 ou 21 de janeiro.

O Governo Federal já adquiriu e pagou 2 milhões de doses da vacina da Astrazeneca, importadas da Índia, que tem previsão de chegada ainda no início desta semana.

“A vacinação será igualitária e simultânea, sem dividir nosso país. Continuaremos na luta incessante para vencermos o vírus. Este sim, que mata e tenta destruir a esperança da nossa nação. Juntos, Governo Federal, Estados e Municípios, venceremos este mal”, disse o ministro da Saúde.

Em Minas, Romeu Zema determina uso das aeronaves oficiais do Estado para transporte de insumos e vacina contra a Covid-19

Governo do Estado adquiriu 50 milhões de seringas e 617 câmeras frias para armazenar imunizantes

vacina contra a covid-19

Com o objetivo de garantir e agilizar o transporte das vacinas contra a covid-19, além de insumos, aparelhos e pessoal da Saúde que vai trabalhar na vacinação, o governador Romeu Zema determinou que as aeronaves oficiais do Estado sejam, preferencialmente, utilizadas para o transporte dos imunizantes e insumos em Minas Gerais.

“A logística de Minas já está montada e prevê o uso de aeronaves do Estado que vão ficar disponíveis para levar essas vacinas assim que elas chegarem a Belo Horizonte. Já está tudo planejado, para que mesmo as regiões mais distantes recebam a vacina”, disse o governador.    

A utilização das aeronaves é mais um passo dado pelo governo mineiro para garantir a vacinação a toda a população de forma célere e adequada. Também foram adquiridos 50 milhões de seringas agulhadas pelo Estado, sendo que 21 milhões de unidades já foram recebidas pela Secretaria de Estado de Saúde e estão sendo distribuídas para as 28 Superintendências Regionais de Saúde. Ainda foram compradas 617 câmeras frias para armazenamento dos imunizantes, e 450 delas já foram entregues. 

Redação Conexão Sul de Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *