Ocupação de leitos pela Covid-19 em MG é a mais baixa desde o pico da pandemia

Ocupação de leitos pela Covid-19 em MG é a mais baixa desde o pico da pandemia

Minas Gerais apresenta hoje uma ocupação média dos leitos de UTI de 61,33%, com um número total de 845 pessoas internadas com suspeita de Covid.

O secretário de Estado de Saúde de Minas Gerais, Carlos Eduardo Amaral, destacou nesta segunda-feira, 28, que o estado apresenta atualmente os menores índices relacionados à taxa de ocupação de leitos pela Covid-19.

“Minas Gerais apresenta hoje uma ocupação média dos leitos de UTI de 61,33%, com um número total de 845 pessoas internadas com suspeita de Covid. Esses dados nos chamam a atenção porque são os menores índices que tivemos de internações por Covid, desde o pico da epidemia, em julho”, informou.

Esta taxa é um dos indicadores monitorados diariamente pelas equipes da SES-MG para avaliar a situação da Covid-19 em Minas Gerais.

Atualmente, estão cadastrados no SUS fácil, em Minas Gerais, 21.062 leitos de enfermaria e 3.961 leitos de UTI. A taxa de ocupação geral de leitos de UTI está em 61,00% e de leitos de enfermaria está em 59,98%.

Até o momento foram 290.137 casos confirmados da Covid-19 em Minas Gerais e 7.240 óbitos. São 28.787 casos de internação hospitalar na rede pública e privada e a letalidade da doença é de 2,5%.

Ministério da Saúde adere a esforço internacional por vacinas contra a Covid-19

O Ministério da Saúde aderiu ao Instrumento de Acesso Global de Vacinas Covid-19 (Covax Facility). A adesão irá permitir que o Brasil tenha, entre suas opções, pelo menos mais nove vacinas em desenvolvimento. Desta forma, assim que concluída uma vacina de comprovada eficácia e segurança, o país poderá imunizar os grupos de risco da doença a partir de 2021.

Redação Conexão Sul de Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *